Arquivos de Tags: Tubarão

Nadando abraçado com um tubarão Limão – Turista nada abraçado com o peixe na Polinésia Francesa

foto-turista-nadand-abracado-com-tubarao-bora-bora-polinesia-francesa
Um turista aventureiro foi filmado nadando abraçado a um tubarão Limão no fundo do mar de Bora-Bora, na Polinésia Francesa, nesta quarta-feira. O homem, cuja cabeça ficou a poucos centímetros da boca do peixe assassino, foi elogiado nas redes sociais pela sua coragem. As informações são do jornal Metro.

De acordo com informações de Grant Murdoch, cinegrafista que flagrou a ação do mergulhador audacioso e divulgou-a no YouTube, ele estava com o homem e um grupo de pessoas nadando pela região, quando viram os tubarões.

Os animais, segundo ele, agiam pacificamente, o que estimulou os turistas a se aproximarem. Um turista, então, decidiu abraçar um dos peixes e pegar uma “carona”.

“Os tubarões foram tão gentis em aceitar nossa aproximação”, escreveu Grant na descrição do vídeo. “Eles não pareceram se importar com nosso passeio com eles”.

O tubarão Limão tem cerca de 3 metros de comprimento. Ele recebe esse nome por causa da coloração amarelada do seu dorso. Segundo especialistas, eles são tímidos com os mergulhadores, mas se ameaçados podem ficar agressivos e atacar.

Tubarões – Fotógrafo chega perto dos animais sem nenhuma proteção – Fotos

foto-tubarao-imagem-fotografoAo encontrar um tubarão, a reação da maior parte das pessoas seria apenas uma: fugir. Mas o fotógrafo Todd Bretl garante que, para uma relação amigável com eles, é preciso fazer justamente o contrário e nadar tranquilamente na direção do animal. O profissional, que vive nas ilhas Bermudas, pratica mergulho desde criança e é especializado em registrar a vida marinha. Para as fotos, ele não utiliza nenhum equipamento de segurança, nem sistema de aproximação digital. Isso quer dizer que Todd realmente nada lado a lado das feras dos mares. Ele nunca sofreu acidentes e garante que sequer presenciou um comportamento agressivo de tubarões.Segundo Todd, o importante é manter a calma e, é claro, escolher bem o tipo de tubarão para se aproximar. Ele evita os brancos – o maior peixe predador do mundo – e os makos – os mais rápidos. A maior parte de suas fotos foi feita nas Bahamas, onde as espécies são menos perigosas, como o tímido limão ou o curioso tigre. Mesmo assim, se irritados, eles podem atacar. O profissional simplesmente entra na água e espera os animais chegarem. Como não é preciso mergulhar muito fundo, Todd pode passar o dia todo cercado por criaturas marinhas, apenas esperando pelo clique perfeito. Confira alguns deles.

tubarao-com-a-boca-aberta-imagem

 

tubarao-mostrando-os-dentes-imagem

 

tubarao-cardume-imagem

 

tubarao-com-a-boca-aberta-imagem-foto

 

tubarao-imagem-foto

Tubarão hipnotizado no Caribe – Mergulhadora italiana Cristina Zenato deixa os tubarões hipnotizados

Foto da mergulhadora italiana hipnotizando o tubarão

A mergulhadora Cristina Zenato tem a habilidade de deixar tubarões na palma da mão dela – literalmente. A italiana aproveitou um mergulho no Caribe para registrar o momento em que um animal de três metros de comprimento parece tão relaxado perto dela, que está na vertical, com o nariz apoiado mão da mergulhadora.

De acordo com reportagem do jornal “Daily Mail”, para conseguir tal aproximação, Cristina usa uma técnica pouco conhecida. Ela esfrega as ampolas de Lorenzini do tubarão, que são os poros ao redor da boca e nariz do animal. E ele é capaz de ficar em estado de transe por até 15 minutos. Normalmente, tais poros agem como detectores de movimento, mas por alguma razão, eles ficam em paralisados com a técnica.

A ideia da mergulhadora é aproveitar o tempo em que os tubarões estão paralisados, para educar outros mergulhadores, tirar peixer parasitas do animal e até iscas de pesca da boca deles. O momento de transe foi capturado pelo fotógrafo Matthew Meier, de San Diego, nos Estados Unidos. “Minha primeira vez como espectador de Cristina foi incrível. Eu esperava adrenalina, mas o mergulho foi tranquilo e calmo”, contou ele.

Cristina Zenato trabalha aplica a técnica em tubarões há mais de 15 anos. Mas ainda usa uma roupa com proteção especial para mergulhar, caso algo dê errado.

Fonte: Extra