Arquivos de Tags: Exposição

Obras de arte feitas inteiramente com blocos de Lego

De tijolo em tijolo

Como uma brincadeira de criança que ganha grandes proporções, o artista americano Nathan Sawaya ficou conhecido no mundo inteiro com suas obras elaboradas exclusivamente com blocos Lego.

Sua exposição itinerante The Art of the Brick (“A Arte do Tijolo”, em tradução livre), lançada em 2011, já foi vista por mais de 1,5 milhão de pessoas nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Ásia e chega à Europa, com uma primeira parada na Bolsa de Bruxelas, onde ficará até 21 de abril de 2014.

A capital belga recebe 70 de suas obras mais impressionantes, reunindo cerca de um milhão de peças de Lego em um espaço de 1,3 mil metros quadrados.

Entre elas se destaca um esqueleto de tiranossauro de seis metros de comprimento, que custou ao artista três meses de trabalho e mais de 80 mil blocos do popular brinquedo de plástico, além de reproduções em três dimensões de telas clássicas, como O Beijo, de Klimt, eO Grito, de Edvard Munch.

Sawaya também revisitou esculturas como a Vênus de Milo, de Alexandros de Antióquia, e O Pensador, de Rodin, e criou obras originais que mostram figuras humanas em plena transformação.

Em uma homenagem a Bruxelas, o artista construiu para esta exposição uma reprodução do Manneken-Pis, a escultura de um garoto urinando considerada símbolo da cidade.

Advogado de formação, Sawaya começou a construir objetos com Lego na infância, como qualquer criança, mas sua paixão e habilidade com o brinquedo evoluiu com o tempo.

Em 2004 ele desistiu do trabalho em um escritório de advocacia para integrar a equipe artística de Lego, antes de abrir um estúdio de artes em Nova York e começar a expor suas obras em 2007.

“Gosto de ver a reação das pessoas diante de obras de arte criadas a partir de algo com o qual são familiares. Todo mundo pode estabelecer uma relação com essas obras porque, na base, trata-se de um brinquedo que muitas crianças têm em casa”, ele explica.

foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo foto-imagem-de-tijolo-a-tijolo

NY retrata ‘fantasias fashion’ de mulheres inspiradas em cinema

foto-imagem-aldridge-football

A mostra traz 20 fotografias ampliadas que apresentam “visões satíricas e de humor negro de mulheres, moda e commoditização”.

foto-imagem-aldridge-jess

As narrativas com seu estilo ‘de sonho’ já foram comparadas (aos cineastas) Bergman, Buñuel, Hitchcock e David Lynch”, diz a galeria Steven Kasher. “Ainda que decididamente pós-moderno, seu trabalho é mergulhado no imaginário pop dos anos 1960 e na paleta de cores de Hollywood dos anos 1950.”foto-imagem-aldridge-love-me3

O artista britânico Miles Aldridge, conhecido por seu trabalho em fotografia de moda inspirado em cinema, é o tema da exposição “I Only Want You to Love Me”, na galeria Steven Kasher, em Nova York. foto-imagem-aldridge-love-me4

A mostra vai até 8 de junho, sendo acompanhada pelo lançamento de um livro com o mesmo título. As fotos foram cedidas pela galeria Steven Kasher  foto-imagem-aldridge-ponyst

O trabalho de Aldridge tem destaque e repercussão internacionais; suas fotografias são parte de muitas coleções públicas e privadas. foto-imagem-aldridge-therooms

Observadores dizem que o trabalho de Aldridge mostra as mulheres deslocadas de seus ambientes típicos, em paisagens “de sonhos”, cansadas de serem tratadas como objetos de desejo e sob constante escrutínio.