Arquivos de Tags: concurso

Estes são os Top Drone Fotos no Mundo

foto-imagem-drone

Drones pode ser controversa. Como veículos voadores não tripulados que podem furtivamente espião ou soltar armas sobre as pessoas, eles têm sido objecto de intensos debates segurança éticos e nacionais. Mas drones não tem que ser máquinas militares. Nas mãos de fotógrafos, veículos não tripulados menores podem capturar imagens belas e únicas que iriam de outra maneira invisível.

Pelo terceiro ano consecutivo, o internacional Dronestagram concurso reconheceu pendentes fotos drones neste campo emergente.

“A grande imagem do zangão é uma imagem que identificar imediatamente como uma foto zangão”, diz Guillaume Jarret , chefe de marketing e desenvolvimento de Dronestagram. “Ele é levado a uma baixa altitude, perto do alvo da imagem.” Se você sabe o que procurar, você pode descobrir o que essas fotos não poderia ter “sido tomada com um dispositivo que não seja um drone”.

Patrick Witty, um dos juízes do concurso (e também vice-diretor de fotografia de digital da National Geographic), diz que capturar estes tipos de fotos é “incrivelmente difícil”.

“Até que você está flutuando acima de uma cena, é impossível saber exatamente o que você verá a seguir”, diz ele. “Os fotógrafos não só tem que pilotar o avião, mas, mais importante ainda, compor uma foto que o transporta para um lugar que você nunca esteve antes.”

Os nove fotos nesta galeria mostrar os três vencedores em cada categoria: Natureza-vida selvagem, esportes de aventura e viagens. Eles foram selecionados entre 5.900 entradas abrangendo 28 países. Juntos, eles falam o que Jarret diz é o propósito deste concurso: “para celebrar a beleza da fotografia zangão, uma nova linguagem fotográfica.”

foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone

Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano: Museu de História Natural de Londres expõe tesouros de concurso de fotos

Esta imagem, intitulada “Cruzamento Zebra”, foi feita na Tanzânia pela fotógrafa britânica Anup Shah. O objetivo dela era mostrar como as formigas veem os animais.

Edwin Giesbers enfrentou uma forte chuva quando decidiu fotografar cogumelos próximos à sua casa, na Holanda. “Eu percebi este cogumelo e depois vi que havia um sapo”, conta ele. “Eu me aproximei muito lentamente e usei uma velocidade baixa da câmera para mostrar a chuva.”

Este elefante asiático estava tomando um banho quando o fotógrafo americano Jeff Yonover o flagrou. Yonover conseguiu retratar o exato momento em que a tromba do elefante funcionou como um “snorkel”.

Rinocerontes pretos, uma espécie ameaçada de extinção, são criaturas solitárias, segundo o fotógrafo sul-africano Wynand du Plessis. Mas na Namíbia, ele encontrou vários rinocerontes do tipo que se relacionavam bem entre si e com outros animais.

O cadáver de uma baleia-cinzenta atraiu esta multidão inusitada no Alasca. Ursos polares costumam ser solitários e caçam sobre o mar congelado. Mas este grupo flagrado pelo fotógrafo americano Howie Garber contem vários machos, pelo menos uma fêmea e alguns filhotes.

Estes peixes estão comendo algas e parasitas da casca e da pele de uma tartaruga. A foto foi tirada por Andre Seale, que capturou as imagens no Havaí. Este comportamento ajuda tanto a tartaruga a ficar mais limpa e saudável, como fornece refeição aos peixes.

O Museu de História Natural de Londres selecionou algumas das melhores imagens do seu tradicional concurso Wildlife Photographer of the Year (Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano), que existe desde 1964. A competição premia fotógrafos que retratam a natureza.

No total, 80 fotos estão sendo exibidas em uma mostra do museu intitulada Wild Planet (Planeta Selvagem). Todas as imagens, que foram selecionadas pelo zoólogo Chris Packham, foram premiadas em edições passadas do concurso.

A exposição no prédio do Museu abriu na sexta-feira passada e ficará em cartaz até o final de setembro. As legendas das fotos trazem uma breve explicação sobre como os fotógrafos fizeram para capturar as imagens.

Foto do ano 2011 – Imagem do falcão de pés vermelhos na frente de arco-íris vence prêmio britânico BirdGuides


O concurso de Foto do Ano do site britânico BirdGuides escolheu a imagem acima, de um falcão-de-pés-vermelhos, feita por Kevin Du Rose, como a melhor de 2011. (Crédito: BirdGuides/Kevin Du Rose)

Concurso “National Geographic” – Foto de uma libélula vence na categoria Natureza

Esta imagem de uma libélula foi a vencedora do Grande Prêmio e da categoria Natureza do Concurso Fotográfico de 2011 da revista National Geographic. A foto foi feita nas Ilhas Riau, na Indonésia. “Quando me preparei para fazer a foto dela, começou a chover. Decidi tirar a foto assim mesmo”, disse o fotógrafo, Shikhei Goh.

Cuco roubando ovo de rouxinol – Fotografia vencedora do GTD European Wildlife Photographer of the Year 2011

A rara imagem de um cuco que havia acabado de roubar um ovo do ninho de um rouxinol foi a fotografia vencedora do GDT European Wildlife Photographer of the Year 2011.

Segundo os organizadores do concurso, a fotografia vencedora mostra um comportamento interessante com altíssimo nível estético.

Com décadas de experiência fotografando e filmando cucos, o autor da foto vencedora, Oldřich Mikulica, da República Tcheca, se diz fascinado pelas aves.

“Por 25 anos, durante a época de procriação, eu vou até os lagos perto de minha casa para observar os cucos e rouxinóis”, diz ele.

O cuco remove um ovo do ninho do rouxinol e coloca um de seus próprios ovos no lugar, já que ambos são quase idênticos.

Especialistas explicam que como o cuco tem pouco tempo de gestação nasce antes dos outros passarinhos e, para ganhar espaço, joga os ovos do rouxinol para fora do ninho.

Os rouxinóis continuam a alimentar o cuco sem perceber a diferença. Ao chegar à maturidade, o cuco abandona o ninho.

De acordo com Mikulica, é praticamente impossível que ele consiga registrar imagem semelhante novamente.

A fotografia do cuco derrotou quase 14 mil imagens feitas por concorrentes de 39 países.