Arquivos de Tags: África do Sul

Salto do Gnu para escapar da leoa faminta

gnu-pulando-para-escapar-da-leoa-famintaUma reserva na África do Sul foi palco de uma fuga triunfal de um gnu. O animal pulou a uma altura de cerca de dois metros para fugir das garras de uma leoa faminta. Funcionários da reserva de Kariega presenciaram a cena, de acordo com a agência Caters News.

O rebanho de gnus estava se alimentando na savana quando percebeu a aproximação do grupo de leões. Pego desprevenido, o gnu da foto deu um ‘olé’ na leoa pulando alto no ar. Apesar da persistência da leoa, o gnu conseguiu sair ileso.

A tentativa de caça ocorreu em frente ao guarda florestal e fotógrafo Jacques Matthysen, enquanto ele patrulhava a área. “Não é comum que os gnus consigam escapar das garras de um leão, mas esse foi um jeito único de fazê-lo”, disse Matthysen. “Foi uma escapada fantástica e muito eficiente para o gnus sair correndo”.

Fotos bar na árvore – Tomar cerveja no interior de uma planta? Espécie gigante e oca e abriga pub na África

foto-bar-na-arvore-baoba-pub-africa-imagem

As árvores Baobá são conhecidas pelas proporções gigantescas que podem atingir. Mas este exemplar, na África do Sul, é especial não só pelo tamanho espetacular, mas porque abriga um bar dentro de seu tronco. O Sunland Baobab Pub fica dentro de uma planta de cerca de 6 mil anos, apontada como uma das mais antigas de todo o mundo. Chamada de Big Baobab, ela também é uma das maiores atualmente, com circunferência de 55 metros.

foto-bar-na-arvore-baoba-pub-africa

O tronco oco, natural em exemplares com mais de 100 anos, tem balcão, mesa e bancos de madeira, onde até 15 visitantes podem consumir bebidas ou fazer atividades de pubs, como atirar dardos. O bar é pequeno e aconchegante, em ambiente com cerca de 4 metros de altura. Mas a área externa também pode ser bem aproveitada, graças à sombra da árvore milenar. Lá ficam mesas onde é possível fazer refeições mais elaboradas, preparadas pelos proprietários, a família Van Heerden. O estabelecimento fica dentro da fazenda Sunland, em Modjadjiskloof, onde também há um hotel.

foto-bar-na-arvore-baoba-pub-africa-interior

 

foto-bar-na-arvore-baoba-pub-africa-interior-imagem

Cobra devorando animal – Réptil e flagrado engolindo gnu na África do Sul

Uma foto divulgada pela agência Caters mostra o momento em que uma cobra devora um filhote de gnu no Parque Kruger, na África do Sul. Os gnus são um tipo grande de antílopes que vivem na porção mais ao sul do continente africano. Eles vivem nas savanas e formam grandes grupos.

Segundo a agência, a imagem é rara porque se considerava que esse tipo de serpente normalmente se alimenta de animais muito menores. O autor da foto é Rudi Hulshof.

Leopardo faminto – Felino captura ave durante voo em parque da África

Sustentado só pelas patas traseiras, leopardo devora ave em meio a outros cinco pássaros (Foto: Caters)

Um leopardo faminto foi mais rápido que o reflexo de uma ave e conseguiu pegá-la durante o voo no Parque Transfronteiriço de Kgalagadi, que cruza os territórios de Botswana e da África do Sul.

O felino se equilibrou apenas nas patas traseiras para agarrar a presa, um macho da espécie cortiçol-malhado (Pterocles burchelli). O banquete foi presenciado por outros cinco pássaros, que escaparam por pouco. O flagra foi feito pelo fotógrafo Matt Profeta, de 37 anos.

Na natureza, os leopardos têm a fama de serem predadores ágeis e sorrateiros, dispostos a matar e comer qualquer animal que consigam caçar, desde uma ave pequena até um bicho de 90 kg – que são capazes de matar a fome do mamífero por apenas algumas horas.

Os cortiçóis habitam ainda outros países africanos, como Angola, Namíbia, Zâmbia e Zimbábue. São conhecidos por seu canto e pelas aparições em bandos de até cem indivíduos.

Essas aves dependem de fontes de água para viver e migram por toda a África e Ásia em busca de novos reservatórios após o período de chuvas.

Foca x Tubarão – Foca escapa de mordida de um tubarão-branco nas águas da África do Sul


Essa foi por pouco! Uma foca que nadava no mar da África do Sul quase foi devorada por um tubarão-branco. Ela passou a poucos centímetros de centenas de dentes afiados e teve tempo de fugir assim que caiu na água.
Sortudo mesmo foi o fotógrafo Chris Fallows, que conseguiu registrar o momento. Ele estava próximo a Ilha das Focas, onde vivem 64 mil focas e os tubarões costumam caçar.