Barata gigante dentro do tubarão – Veja fotos

foto-tubarao-barata-imagemApós analisarem imagens do raro tubarão-duende pescado no Golfo do México, nas proximidades da Flórida (EUA), cientistas descobriram outra raridade nas fotografias.

Os analistas disseram que dezenas de crustáceos semelhantes a insetos gigantes, conhecidos como isópodes (cujo nome científico é Bathynomus giganteus), também foram capturados pelo pescador Carl Moore.

A descoberta surpreendeu Andrew Thaler, ecologista especializado em espécies marinhas do fundo do mar. Ele disse, em entrevista à “CNN” nunca ter visto tantos isópodes gigantes em um mesmo lugar antes.

“Imagine uma enorme pulga em um gato doméstico”.

foto-barata-gigante-isopode-imagem

Isópode capturado, em 2002, no Golfo do México. Divulgação/NOAA

Os isópodes são crustáceos que possuem numerosas patas, todas semelhantes. Eles podem atingir até 40 centímetros de tamanho. O tatuzinho-de-areia, por exemplo, também é um tipo de isópode. O tipo capturado por Carl vive escavando o fundo do mar e se alimentam de corpos de baleiras, peixes e lulas em decomposição.

O pescador contou que o tubarão-duende – que tinha 5,4 metros – nadou durante um certo tempo até ser capturado. Os cientistas acreditam que os “insetos gigantes” e o tubarão compartilhavam da carcaça de uma baleia e essa teria sido a razão para que os isópodes tenham sido capturados junto com o animal.

As imagens do tubarão foram divulgadas pela NOAA – Administração Atmosférica e Oceânica dos EUA – logo após ela ser notificada pelo pescador sobre o animal.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Please type the characters of this captcha image in the input box

NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>