Arquivos de Categorias: Arte e Entretenimento

DESIGNER USA IMPRESSORA 3D PARA CRIAR UMA ARMADURA PARA O SEU GATO

Os gatos estão fazendo parte da vida dos brasileiros cada vez mais, e, nós, do Mega Curioso, já mostramos aqui uma seleção de dispositivos que foram criados especialmente para facilitar a vida deles e dos seus amigos humanos. Dessa vez, nós vamos falar sobre uma invenção do Jwall — um designer que mantém no YouTube um canal com dicas e tutoriais sobre impressão 3D chamado “Print That Thing”.

Entre as suas criações mais populares está uma armadura que ele fez para o seu gato de estimação, o Bobo. A primeira etapa, segundo o autor, foi projetar a aparência da peça: ele queria que ela tivesse pontas na parte superior e contasse com um espaço para colocar uma coleira com uma etiqueta de identificação na região do peitoral.

Depois que o conceito da armadura foi finalmente definido, Jwall partiu para a última e mais complexa etapa: materializar, com a ajuda de uma impressora 3D, a armadura estilosa do seu bichano. A seguir, você confere imagens da peça que ele elaborou e vê como ela ficou ao ser colocada no animal:

7 MARAVILHAS DO MUNDO ANTIGO SE FOSSEM CONSTRUÍDAS HOJE

Sabe as 7 Maravilhas do Mundo Antigo, né? Só para refrescar a sua memória, elas são o Mausoléu de Helicarnasso e o Templo de Ártemis, ambos construídos em Éfeso, atual Turquia, o Colosso de Rodhes, erguido na Ásia Menor, os Jardins Suspensos da Babilônia, que ficavam no território que hoje corresponde ao Iraque, a Grande Pirâmide de Gizé e o Farol de Alexandria, ambos no Egito, e a Estátua de Zeus, que foi esculpida na Grécia – e dessas obras espetaculares todas, a única que sobreviveu mais ou menos intacta à passagem dos milênios foi a Grande Pirâmide de Gizé.

Das demais maravilhas arquitetônicas e artísticas construídas na Antiguidade, sobraram apenas registros históricos ou ruínas e, embora permaneça pé – e continue firme e forte –, nem mesmo a Pirâmide manteve a majestosa beleza original. Pois se você, assim como nós aqui do Mega Curioso, adoraria ver como essas construções eram em suas épocas áureas, então você vai curtir as reconstruções digitais que reunimos logo mais e que revelam as 7 Maravilhas do Mundo Antigo em todo o seu esplendor.

Reconstruindo o passado

As imagens foram desenvolvidas a pedido do pessoal da Budget Direct, uma companhia de seguros australiana, e não consistem em simples reconstruções aleatórias. Na verdade, um time de pesquisadores foi atrás de registros históricos, levantamentos arqueológicos, descrições deixadas por historiadores da Antiguidade, informações sobre materiais utilizados, medições etc. e, basicamente, colheu todo tipo de informação a respeito das construções.

Depois, a equipe encaminhou o material acumulado a um par de designers da área de arquitetura – que usaram os dados para criar versões tridimensionais das obras como se elas ainda existissem em sua forma original nos locais onde foram construídas. O resultado de todo esse trabalho, como você poderá ver a seguir, é muito, muito bacana, já que, além de se tratar de reconstruções que tentam mostrar a aparência das Maravilhas do Mundo Antigo da forma mais próxima da realidade possível, as imagens trazem de volta à vida, ainda que digitalmente, estruturas que, com exceção da Grande Pirâmide, não existem mais. Confira!

1 – O Mausoléu de Halicarnasso

O Mausoléu de Halicarnasso foi uma tumba construída para abrigar o corpo de Mausolus – daí a origem do nome desse tipo de estrutura –, sujeito que foi governador da província de Helicarnasso, na atual Turquia, durante o Primeiro Império Persa. O edifício foi projetado por arquitetos gregos e erguido entre os anos de 353 e 350 a.C. a pedido da viúva (e irmã do homem), Artemisia II de Cária, e tinha por volta de 45 metros de altura, mas acabou ruindo por conta de vários terremotos que ocorreram entre os séculos 12 e 15.

2 – O Templo de Ártemis em Éfeso

É uma verdadeira proeza que ainda restem ruínas do Templo de Ártemis em Éfeso, uma vez que o edifício não foi destruído uma, nem duas, mas 3 vezes no intervalo de 7 séculos! Construído no século 6 a.C., o santuário contava com 127 colunas de mármore, com 20 metros de altura cada uma, e a primeira destruição se deu 200 anos após a sua inauguração, por conta de um incêndio provocado por cara chamado Herostratus. O templo foi reconstruído por ninguém menos que Alexandre, o Grande, mas atacado novamente pelos Góticos, e a última destruição ocorreu pelas mãos dos cristãos que invadiram a região. Para piorar, o local foi atingido por diversos terremotos ao longo dos anos, e hoje só existe uma coluna ainda em pé.

3 – A Estátua de Zeus em Olímpia

Pense em uma estátua majestosa, medindo entre 10 e 15 metros de altura, coberta com painéis de ouro e placas feitas de marfim. Assim era a Estátua de Zeus em Olímpia, esculpida no interior do Templo de Zeus no ano de 435 a.C. A obra não existe mais, mas não pense que ela foi desmantelada e os materiais preciosos que a embelezavam roubados! A estrutura central era feita de madeira e, infelizmente, foi completamente destruída durante um incêndio que atingiu o santuário no século 5.

4 – Os Jardins Suspensos da Babilônia

Embora existam relatos históricos sobre os famosos Jardins Suspensos da Babilônia, até hoje a sua localização exata e existência é debatida, uma vez que ninguém conseguiu encontrar vestígios arqueológicos que respondam a essas questões. Independentemente de que eles tenham sido reais ou não, segundo os registros, a estrutura foi construída em algum lugar do que hoje é o Iraque e que consistia em uma série de terraços de pedra cobertos de plantas construídos de forma a parecerem montanhas.

5 – O Colosso de Rhodes

Imagine avistar uma imensa estátua de bronze na entrada de um porto – e ter que passar debaixo dela para poder ancorar. Esse era o Colosso de Rodes, que tinha 32 metros de altura e ficava sobre dois pedestais de 15 m cada. A obra foi erguida para celebrar a vitória durante o cerco a Rhodes, entre os anos de 305 e 304 a.C., e acabou ruindo em decorrência de um terremoto que atingiu a região em 226 a.C.

6 – A Grande Pirâmide de Gizé

Engraçado como a estrutura mais antiga da lista das 7 Maravilhas do Mundo Antigo é a única que sobreviveu mais ou menos intacta. A construção da Grande Pirâmide de Gizé foi concluída por volta do ano de 2,6 mil a.C., o que significa que a obra tem mais de 4,5 mil anos, e ela se manteve como edifício mais alto do mundo até o século 14 – quando a Catedral de Lincoln, na Inglaterra, lhe roubou o título.

7 – O Farol de Alexandria

Outra edificação que provavelmente esteve entre as estruturas construídas pelo homem mais altas do mundo foi o Farol de Alexandria, no Egito. Segundo apontam os levantamentos, o prédio provavelmente tinha mais de 130 metros de altura, e foi erguido entre os anos de 284 e 246 a.C. Infelizmente, o farol não sobreviveu à passagem do tempo, e suas ruínas só foram descobertas por arqueólogos no início do século 20.

URINÓIS BIZARROS EM QUE VOCÊ PRECISA FAZER XIXI ALGUM DIA

IMAGENS FEITAS COM DRONES EM 2018

A popularização dos drones fez com que diversas pessoas começassem a se habituar em fazer fotos das alturas. A demanda foi tão grande que esse tipo de fotografia ganhou uma rede social própria, a Dronestagr.am, na qual só são permitidas imagens capturadas pelos gadgets do momento.

Recentemente, a rede social divulgou os 68 cliques mais incríveis feitos por drones em 2018 – esse é o quinto ano consecutivo que a Dronestagr.am escolhe suas imagens mais representativas. Abaixo, selecionamos 20 das melhores entre as melhores. Confira:

O NOVO VISUAL DESTES CÃES É A COISA MAIS FOFA QUE VOCÊ VAI VER HOJE

BRASILEIRO ADICIONA ILUSTRAÇÕES HILÁRIAS A FOTOS ALHEIAS NO INSTAGRAM

Como nós já mostramos aqui, o artista Lucas Levitan é talentoso na arte de adicionar ilustrações hilárias a fotos publicadas por desconhecidos no Instagram. O brasileiro — que atualmente mora em Londres, na Inglaterra — tem criatividade de sobra para inventar as mais fantásticas criaturas e fazer com que elas interajam com as imagens originais. A seguir, você acrescenta um pouco de diversão ao seu dia com as mais recentes criações do ilustrador:

IMAGENS QUE VOCÊ NÃO VÊ TODO DIA

Filhote de um marlim-azul é a coisa mais fofinha dos mares

A patinha de uma lagartixa vista debaixo

Universidade de Balamand, no Líbano, tem uma escada incrível

Esta árvore sobreviveu ao atentado nuclear em Hiroshima

Foto do dia

PELO MAR OU PELO ARRodeado por gaivotas, um pescador limpa seu barco no porto de Mascate, a capital de Omã. A cidade abriga mais de 1,5 milhão de pessoas e a pesca é tradicionalmente uma das principais exportações.

Empresa lança versão luxuosa do Nokia 3310 para homenagear Trump e Putin

A Caviar é uma empresa russa bastante conhecida não por criar seus próprios produtos, mas sim por customizar equipamentos de terceiros, em especial smartphones e outros dispositivos mobile. Agora, a companhia que já trouxe ao mundo o vistoso iPhone 6s Pokémon GO Edition resolveu levar a ousadia a um novo patamar ao criar uma edição megaluxuosa do novo Nokia 3310 homenageando duas figuras bastante polêmicas: Donald Trump e Vladimir Putin.

Sim, a ideia aqui parece ser aproveitar a fama e toda a controvérsia em cima do nome dos presidentes dos EUA e da Rússia para criar um hype poderoso em cima do aparelho. Para criar ainda mais furor e inflamar a opinião pública, a marca resolveu lançar seu Nokia 3310 Putin-Trump Summit durante a reunião do G20 na Alemanha. O encontro começa nesta sexta-feira (7), em Hamburgo, e vai até o sábado, trazendo representantes das principais potências mundiais para debater política e economia ao redor do globo.

Claro que, por tratar de tópicos sensíveis e apresentar figuras bastante polarizadoras do cenário político, o evento atrai protestos, críticos e uma cobertura ampla da mídia. Será que existe uma data melhor para trazer à tona um produto não inusitado? Possivelmente, não! Segundo a Caviar, no entanto, essa versão customizada do feature phone é uma forma de celebrar a aliança entre ambos os presidentes e mostrar que a dupla compartilha um desejo de “progresso para as relações entre EUA e Rússia”.

Sendo assim, o Nokia 3310 temático não economiza em praticamente nenhum aspecto. Para começar, o dispositivo ganhou um corpo em titânio com uma pintura que lembra o padrão encontrado no aço de damasco. O destaque do projeto, no entanto, fica para a parte traseira do gadget, que traz uma moeda comemorativa dourada com a figura dos dois chefes de estado e uma placa registrando a data do encontro. O precinho de toda essa ostentação? Nada menos que US$ 2,5 mil (R$ 8,2 mil) – um valor 50 vezes maior que o do celular original.

Vandalismo em um museu coloca Lamborghini Gallardo como ‘tela’ para seus visitantes

foto-imagem-Lamborghini

Se você é daqueles que sofre com um risquinho no seu carro, fuja desta matéria! Já imaginou se esse pequenino risco fosse em uma Lamborghini? E se fossem VÁRIOS riscos? É isso que propôs o museu ARoS Aarhus Kunstmeseum, localizado em Arhus, na Dinamarca. Em outubro do ano passado, uma Lamborghini Gallardo ficou exposta por 3 semanas à espera de “vândalos autorizados”.

O modelo, que custa a partir de R$ 600 mil, fazia parte da exposição “Nenhum Homem é Uma Ilha” e recebeu diferentes inscrições da galera que visitou o local. Apesar do ceticismo inicial, muita gente aderiu à “brincadeira” e fez parte do trabalho coletivo de arte.

A ideia inicial, inclusive, era que as inscrições no carro durassem mais de 3 semanas, mas isso se tornou inviável porque acabaria apagando as primeiras escritas e transformando a cor dele de preto para branco. Depois desse período inicial, a obra ficou “completa”, e os novos visitantes só podem apreciar o resultado.

foto-imagem-Lamborghini

Qual o motivo?

Uma das primeiras inscrições foi SKODA – uma marca de carros na Dinamarca muito mais barata do que a Lamborghini. Apesar de o veículo não estar mais recebendo inscrições, ele continuará exposto no museu até setembro deste ano, quando será devolvido a seu dono, o grafiteiro norueguês conhecido como DOLK.

Segundo Pernille Taagaard Dinesen, curadora do ARoS, a ideia era mostrar que cada ação que a pessoa faz deixa uma marca na sociedade. A obra final foi intitulada “Low Key”, uma expressão que significa dar pouca ênfase a determinado assunto. E se você achou muito absurdo, tudo bem: a arte é justamente feita dessas coisas bizarras que não fazem sentido.

O dono do carro, DOLK, disse que o comprou já usado na Itália, justamente para a exposição. Ele não imaginava que os danos seriam tão intensos: quase todas as letras da placa “Lamborghini” foram arrancadas e teve gente que tentou riscar até as janelas do carro! O grafiteiro não pretende repintar o carro depois da exposição.

foto-imagem-Lamborghini

Vandalismo?

Muitas pessoas, entretanto, não curtiram a proposta, dizendo que esse tipo de intervenção artística incentiva o vandalismo. A curadora do museu acredita que isso pode até ser possível, mas ela acha que uma obra de arte tem justamente a função de fazer as pessoas pensarem e mudarem seus desejos mais ocultos.

“Se você fosse sair e arranhar o carro de um estranho em um estacionamento depois de arranhar este, isso é totalmente sua responsabilidade. Nós instigamos você a arranhar um carro aqui, no ARoS, não na sociedade, o contexto em que você faz isso é muito importante”, analisa Pernille Dinesen.

Outros críticos dizem que a Lamborghini Gallardo já é uma obra de arte por si só e que autorizar pessoas a riscá-la seria um atentado artístico. DOLK defende que escolheu esse modelo justamente para causar estranheza e fazer as pessoas sentirem a dor dos riscos como se fosse em seu próprio carro. Vocês gostaram do resultado?

foto-imagem-Lamborghini