Arquivos de Tags: Imagem

DRAMA SUBAQUÁTICO – Polvo e seus tentáculos

O fotógrafo da Your Shot, Ian Nelson, estava mergulhando na costa de Maui quando viu uma enguia e começou a segui-la. “A enguia encontrou o que estava procurando e lançou sua cabeça em um buraco escuro e começou a atacar agressivamente”, lembra ele. “Tinta escura saiu e as pernas de polvo começam a sair do buraco. Lá veio um polvo se afastando da enguia bem em direção a minha lente, parando brevemente na minha frente antes de disparar de novo.”

Foto do dia – Pavilhão Dourado, templo zen budista em Kyoto, Japão

PAVILHÃO DOURADOO sol ilumina a folha de ouro que adorna o Kinkaku-ji, um templo zen budista em Kyoto, Japão. Enquanto o site remonta ao século 14, o atual pavilhão foi construído na década de 1950 após o original incendiado.

Imagens de Júpiter – Nasa divulga fotos do planeta feitas pela sonda espacial Juno

Registros foram feitos pela sonda espacial Juno, da agência espacial norte-americana

A cada 53 dias, a humanidade aprende mais sobre Júpiter. Isso só é possível por conta do trabalho da pequena sonda espacial Juno, desenvolvida pela NASA: durante esse período de tempo, o equipamento orbita o planeta gasoso e coleta dados, capturando fotos incríveis do maior planeta do Sistema Solar.

Os registros desse passeio chegam até nós em uma versão preto e branco, porém, graças aos cientistas da agência norte-americana, as imagens são reprocessadas e ganham cores.

Juno está em órbita ao redor de Júpiter desde 5 de julho de 2016. A sonda espacial possibilitou que o planeta fosse visto pela primeira vez abaixo da cobertura densa de nuvens que o reveste.

Inicialmente, a Juno teria um percurso orbital mais curto, porém, devido a um erro em uma de suas válvulas, a sonda teve que ser posta em uma órbita maior, de 53 dias, para evitar que a radiação do planeta a destruísse. Além de registrar fotos, a missão de Juno – que deve durar até 2021 – é estudar a gravidade, o campo magnético e outras características do planeta.

No início de fevereiro de 2017, outras fotos do planeta foram divulgadas. Agora, novos registros estão aí para quem quiser conhecer mais sobre Júpiter:

 

Foto do dia – Cidade de Ho Chi Minh, no Vietnã

De cima, este bairro da Cidade de Ho Chi Minh, no Vietnã, parece animado e pacífico. Mas no chão, é uma história diferente, diz o our Shot, Tan Diep Bao. A área, chamada Black Water Hamlet, foi originalmente habitada por trabalhadores imigrantes que construíram casas de palafitas nos canais. “Agora tornou-se uma favela com um ambiente extremamente ruim”, diz Tan Diep Bao. “Estes canais estão cada vez mais poluídos com resíduos”.

Aranha-pavão – Cientistas descobrem novas espécies da deslumbrante “aranha-pavão”

aranha-pavao-foto-imagem
Sete novas espécies de aranha-pavão foram descobertas na Austrália.

Conhecidas por suas cores brilhantes e hábitos marcantes de acasalamento, as pequenas aranhas são mais fofas que assustadoras.
O cientista Jürgen Otto descobriu as criaturas com a ajuda do especialista em aranhas David Knowles.

Ele escreveu um artigo em parceria com David Hill, editor da publicação especializada em aranhas Peckhamia.

Imagem do maior inseto do mundo – Espécie de bicho-pau foi batizada de Phryganistria chinensis Zhao

inseto-bicho-pau-phryganistria-chinensis-zhao-foto-imagem-maior-do-mundo-museum-of-west-chinajpg

O bicho-pau mede 62,4 cem – Xinhua

inseto-bicho-pau-phryganistria-chinensis-zhao-foto-imagem-maior-do-mundo

Um bicho-pau de 62,4cm encontrado no Sul da China foi reconhecido nesta quinta-feira por cientistas como o maior inseto do mundo, segundo a imprensa estatal daquele país. O pesquisador Zhao Li, do Museu do Inseto do Oeste da China, em Chengdu, descobriu o animal durante uma pesquisa de campo na região de Guangxi Zhuang.

O recorde anterior era de um bicho-pau de “apenas” 56,7cm que foi encontrado na Malásia em 2008 e, hoje, está em exibição no Museu da História Natural de Londres, no Reino Unido.

O novo recordista foi batizado de Phryganistria chinensis Zhao, e já está servindo de base para uma tese cientifica.

Segundo Zhao Li, ele estava procurando o animal há anos. Em 1998, moradores de Guangxi contaram ter visto um “inseto gigante” de meio metro, tão grosso quanto o dedo apontador de um homem. O cientista ficou intrigado, mas só encontrou o animal em 2014, durante uma inspeção numa montanha a 1200 metros de altitude nos arredores da cidade de Liuzhou.

“Eu estava coletando insetos quando uma sombra escura aparecer à distância, parecia o galho de uma árvore. Quando me aproximei, fiquei chocado ao perceber que as patas eram tão longas quanto seu corpo”, lembra-se Zhao Li.

Bichos-pau representam cerca de 3 mil das 807.625 espécies de insetos do mundo descobertas até hoje.

Não tem nem oque falar , que bela imagem

foto-imagem-Namíbia

Ambos uma jovem mulher Himba ea paisagem da Namíbia são banhadas em luz dourada. Sua expressão parece ser um dos contentamento, pelo menos no presente pela visão de sua terra natal inundado de brilho do sol de inspiração momento.

O mistério do vestido que ‘muda de cor’

foto-imagem-vestidoAzul e preto ou branco e dourado? É o frisson que vem causando a foto do vestido acima. A discussão virou um dos temas mais compartilhados nas redes sociais, em especial no Twitter, onde alcançou status de trending topic, ou assunto entre os mais comentados, no Brasil e no mundo.”Qual é a cor desse vestido? Vejo branco e dourado. Kanye vê preto e azul, quem é o daltônico?”, escreveu Kim Kardashian na rede.

Também no microblog, a ganhadora do Oscar Julianne Moore disse que via branco e dourado, mas Taylor Swift e Justin Bieber viram azul e preto.

O que diz a tecnologia

Se você enxerga o vestido branco e dourado, está simplesmente equivocado.

Pedimos à editora de fotografia do Serviço Mundial da BBC, Emma Lynch, que nos ajudasse a determinar objetivamente a cor do vestido usando um software de edição de fotos.

Ela disse que, após análise, todos os tons da cor do vestido são azuis, e não brancos. Ao aumentar a foto-imagem-vestidosaturação – tornando as cores existentes mais fortes, mas sem acrescentar novas cores – o vestido aparece azul para todos.

Estes resultados são confirmados pelo uso da ferramenta de conta-gotas do software, que captura amostras de áreas específicas do tecido. Este software identifica o código de cor do computador de qualquer pixel na tela. E nesse caso também gera resultados em tons de azul.

Como tudo começou

As conclusões são confirmadas pela responsável por distribuir a imagem do vestido nas redes sociais.

Caitlin McNeill, uma escocesa de 21 anos, faz parte de uma banda de folk. Na semana passada, o grupo tocou em um casamento onde a mãe da noiva estava usando o vestido.

Caitlin contou ao site BuzzFeed News que as discordâncias sobre a cor do vestido começaram pouco antes da festa, quando a mãe da noiva compartilhou com o casal uma foto da roupa que planejava usar.

A noiva e o noivo não conseguiram chegar a um acordo sobre se o vestido na foto era azul e preto ou branco e dourado. Então postaram a imagem no Facebook. McNeill, depois, compartilhou a foto em seu Tumblr.

A história cresceu nas redes sociais e não parou mais.

McNeill disse que o vestido azul e preto é da marca Roman Originals e, embora houvesse outras opções de cores disponíveis, nenhum deles era branco e dourado.

foto-imagem-vestido

Por que vemos cores diferentes

De acordo com o site de tecnologia Wired.com, a chave para decifrar o enigma do vestido está na forma como os olhos e o cérebro evoluíram para ver cores na luz solar.

Como os seres humanos evoluíram para ver a luz do dia, seus cérebros começaram a levar em conta o fato de que a luz muda de cor. Os objetos têm um certo tom vermelho rosado de madrugada, mais azul-branco ao meio-dia, e voltam a ser mais avermelhadas no pôr do sol.

O cérebro tenta descontar o efeito da luz do sol (ou outra fonte de luz) para chegar a uma cor “verdadeira”.

Por isso, algumas pessoas veem azul no vestido mas seus cérebros ignoram isso, atribuindo a cor azulada à fonte de luz, em vez de ao próprio vestido. Elas veem branco e dourado.

Os cérebros dos outros atribuem o azul que eles veem ao próprio vestido.

Este fenômeno existe há milhares de anos, mas há algo especial nesta foto do vestido que tornou as diferenças na forma como vemos a cor mais clara do que nunca.

Casa de Areia

foto-imagem-casa-de-areaNa cidade de diamantes mineira abandonada de Pomona, na costa da Namíbia, areia devora edifícios como este, uma casa em uma colina fora da vila principal. “Fiquei impressionado com o que vi lá dentro, a pureza da areia que estava intocado durante anos, talvez décadas”, escreve seu membro tiro Romain Veillon , que estava filmando Pomona e nas proximidades Kolmanskop para um projeto de fotografia. “A imagem sempre me faz pensar sobre a história das pessoas que viviam lá e que eles estavam pensando quando eles estavam olhando para esse ponto de vista incrível.”

Titanossauro – Ossos do maior dinossauro já descoberto são achados na Argentina

foto-titanossauro-fosseis-ossos-imagemOssos fossilizados de um dinossauro que se acredita ser a maior criatura que já andou na Terra foram desenterrados na Argentina, dizem paleontólogos.

Ao medir o comprimento e a circunferência do maior fêmur (osso da coxa) encontrado, os cientistas estimaram que o dinossauro tinha 40 metros de comprimento e 20 metros de altura – quando esticava o pescoço.

Com 77 toneladas, seria tão pesado quanto 14 elefantes africanos e sete toneladas mais pesado do que o recordista anterior, o Argentinosaurus, também encontrado na Patagônia.

Os cientistas acreditam que é uma nova espécie de titanossauro – enormes herbívoros que datam do período Cretáceo.

Um trabalhador agrícola local tropeçou sobre seus restos no deserto perto de La Flecha, cerca de 250 quilômetros a oeste de Trelew, Patagônia.

Os fósseis foram escavados em seguida, por uma equipe do Museu de Paleontologia Egidio Feruglio, liderada por José Luis Carballido e Diego Pol.
Eles desenterraram os esqueletos parciais de sete dinossauros – cerca de 150 ossos no total – tudo em ‘condição notável’.

Uma equipe de filmagem da unidade de História Natural da BBC capturou o momento em que os cientistas perceberam exatamente o quão grande era a sua descoberta.
“Dado o tamanho desses ossos, o novo dinossauro é o maior animal conhecido que andou na Terra”, os pesquisadores disseram à BBC News.

“Com o seu pescoço esticado, ele tinha cerca de 20 metros de altura – o equivalente a um edifício de sete andares”, acrescentaram.

Este herbívoro gigante viveu nas florestas da Patagônia entre 95 e 100 milhões de anos atrás, acreditam os cientistas, com base na idade das rochas em que foram encontrados os ossos.
Mas, apesar de sua magnitude, ele ainda não tem um nome. ‘Ele terá um nome que descreva sua magnificência e em homenagem à região e aos proprietários rurais que nos alertaram sobre a descoberta’, disseram os pesquisadores.

Houve muitos candidatos anteriores ao título de ‘maior dinossauro do mundo’. O mais recente pretendente ao trono foi o Argentinosaurus, um tipo similar de saurópode.
Originalmente, pensou-se que ele pesava 100 toneladas, mais tarde, porém, a estimativa foi revisada para cerca de 70 toneladas.

É complicado estimar o peso dos dinossauros – há mais de uma técnica e, em geral, os cálculos se baseiam em esqueletos incompletos.

O peso Argentinosaurus foi estimado a partir de somente alguns ossos, mas no caso da nova descoberta os pesquisadores tinham dezenas para trabalhar, tornando-os mais confiantes na sua estimativa.
Paul Barrett, especialista em dinossauros do Museu de História Natural de Londres, concorda que a nova espécie é ‘realmente uma grande criatura’. Ele advertiu, porém, que é difícil ter certeza sobre seu tamanho preciso, pois as estimativas são feitas com informações incompletas.