Pintura feita com a poluição

Arte feita de poluição : Fazer arte com o que há de mais tóxico. Essa é a proposta do artista e ambientalista John Sabraw.

Em colaboração com o engenheiro Guy Riefler, da Universidade de Ohio, ele desenvolve uma série de pinturas com pigmentos derivados de substâncias presentes na poluição gerada por minas de carvão desativadas.

O objetivo final é chamar a atenção para os problemas trazidos pela poluição.

foto-imagem-pinturaRiefler consegue controlar o nível dos metais na água subterrânea quando esta é coletada antes subir à superfície e ter contato com o ar. A técnica permite o uso de cores variadas e a extração de pigmentos que, quando secos, podem ser usados em pintura a óleo.

foto-imagem-pintura“Dezenas de camadas de cores diferentes misturadas com diferentes viscosidades são justapostas, sobrepostas e mescladas. São então coaguladas para interagir com o ar, a temperatura e a umidade do meio ambiente por dias, semanas e meses”, explica o artista.

foto-imagem-pintura“Essas explorações abstratas focam o fenômeno natural, o ecossistema terrestre como um todo e o nosso papel”, diz Sabraw, sobre a sua série Chroma.

foto-imagem-pintura

A mostra Luminous reúne as obras da série no Richard M. Ross Art Museum, da Universidade Wesleyan, do estado americano de Ohio. Até 6 de outubro.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Please type the characters of this captcha image in the input box

NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>