Animais que você não vai acreditar que existem

Macaco cinzento de nariz arrebitado

A lém do nome curioso, essa espécie de macaco é marcada por uma curiosidade triste: nos dias de chuva, o Rhinopithecus brelichi espirra muito, o que o torna um alvo fácil para caçadores.

foto-imagem-animais-estranhos

foto-imagem-animais-estranhos

Nariz de tamanduá

Correndo grande risco de extinção, a Saiga, espécie de antílope, é original da zona de estepes da Eurásia.

foto-imagem-animais-estranhos

Peixe-machadinha

Apesar do rosto assustador, esse peixe mede no máximo 12 cm e é totalmente inofensivo.

foto-imagem-animais-estranhos

Cervo vampiro

Pequeno cervo, o hidrópote, ou veado-d’água-chinês, possui caninos tão grandes que ultrapassam o maxilar inferior.

foto-imagem-animais-estranhos

 

Abutre barbudo

Originário das montanhas da Europa, Ásia e África, o Gypaetus barbatus se alimenta quase exclusivamente de ossos, que engole inteiros ou atira no chão durante o voo para chegar à medula óssea.

foto-imagem-animais-estranhos

Mini-helicóptero

Parente das cigarras e dos gafanhotos, o Bocydium globulare vive em terras brasileiras.

foto-imagem-animais-estranhos

Lula com dentes humanos

Fique tranquilo! Isso que você vê não são dentes, mas sim os “lábios” dessa lula rara, chamada Promachoteuthis sulcus.

foto-imagem-animais-estranhos

Morcego nariz de tubo

Encontrado nas Filipinas, esse animal também é conhecido como “Morcego Yoda”. Infelizmente, essa espécie também corre risco de extinção.

foto-imagem-animais-estranhos

Quem vê cara não vê coração

Assim como seu colega peixe-machadinha, o peixe-lobo pode até ter cara de quem apareceria em um filme de terror, mas ele não é feroz. Porém, o tamanho assusta: pode chegar a 5 metros e 40 kg!

foto-imagem-animais-estranhos

Pipa pipa

Presente na América do Sul, a fêmea desse curioso sapo incuba os ovos nas costas.

foto-imagem-animais-estranhos

Lindinho, de boca fechada!

Conhecido como Sarcastic fringehead, o Neoclinus blanchardi é muito territorialista. Se alguém se aproxima,ele já abre uma boca enorme para mostrar que não está de brincadeira!

foto-imagem-animais-estranhos foto-imagem-animais-estranhos

 

Imagens intrigantes que desafiam a compreensão humana

foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia foto-imagem-do-dia

Entre dois mundos, registros impressionantes entre a água e o ar

Alguns profissionais são especialistas em registrar imagens embaixo da água, outros preferem terra firme. Porém, há os que gostam de se aventurar entre a linha que divide o mar e o ar. Um dos truques para tirar fotografias como essas é encontrar coisas atrativas tanto dentro da água quanto fora.

Além disso, é preciso que existam boas condições de visibilidade, com muita luz. Aí, é só escolher o seu ponto de foco, usar uma pequena abertura e uma alta velocidade no obturador!

Você está pronto? Confira os resultados:

foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos foto-imagem-entre-dois-mundos

Na França mar engoli estrada todos os dias

Se você é daqueles que sentem um friozinho na barriga só de pensar em dirigir em uma rodovia federal, talvez entrasse em colapso caso fosse obrigado a cruzar esta estrada na França

foto-imagem-mar-frança

Trata-se da Passage du Gois, um trecho com cerca de 4,1 km que fica quase totalmente alagado pelas águas do oceano Atlântico foto-imagem-mar-françaEla é uma causeway: uma ponte erguida em regiões alagadas capaz de desempenhar a função de dique, separando as correntes de água de cada lado da construção foto-imagem-mar-françaLigando o litoral francês à ilha de Noirmoutier, a passagem de paralelepípedos é utilizada regularmente desde meados de 1840 foto-imagem-mar-françaE só emerge duas vezes ao dia, durante o intervalo de uma ou duas horas — isso quando a maré está baixa foto-imagem-mar-françaNo resto do tempo, a profundidade pode chegar a impressionantes 4 metros  foto-imagem-mar-françaEmbora, desde 1971, haja uma ponte elevada que leva até a ilha, muitos ainda preferem se aventurar pelo caminho de carro ou mesmo a pé foto-imagem-mar-françaPara tanto, foram instalados pequenos mirantes ao longo do percurso nos quais os aventureiros podem se abrigar caso haja uma repentina elevação do nível da água  foto-imagem-mar-frança

7 piscinas mais ousadas do mundo

Marina Bay Sands, em Singapura

foto-imagem-piscinas

No topo do hotel Marina Bay Sands, em Singapura, a piscina mais alta do mundo fica a 57 andares do chão e tem vista privilegiada para o skyline da cidade.

Hierve el Agua, no México

foto-imagem-piscinas

No México, as piscinas naturais e artificiais da formação Hierve el Agua têm vista para o vale Oaxaca.

InterContinental Dubai Festival City, nos Emirados Árabes Unidos

foto-imagem-piscinas

No InterContinental Dubai Festival City, em Dubai, uma piscina de vidro fica suspensa na lateral do prédio.

Belmond Hotel Caruso, na Itália

foto-imagem-piscinas

No Belmond Hotel Caruso, na Costa Amalfitana, na Itália, a borda infinita da piscina se mistura com a paisagem natural.

Homestead Crater, nos Estados Unidos

foto-imagem-piscinas

Em Utah, nos Estados Unidos, o Homestead Resort inlcui a cratera Homestead Crater, um manancial geotermal que é o único lugar no país onde se pode mergulhar em águas quentes.

Hanging Gardens of Bali, na Indonésia

foto-imagem-piscinas

Acima desta floresta tropical, a piscina do resort Hanging Gardens of Bali tem linhas e cores que evocam a natureza.

Hotel Indigo Hong Kong, na China

foto-imagem-piscinas

Na China, uma parte da piscina do topo do Hotel Indigo Hong Kong tem lateral de vidro e fica suspensa da lateral do prédio.

Foto do dia

foto-imagem-ave

Quietude no Potomac

“Sun raios brilho na névoa”, observa seu membro do tiro Guillermo Olaizola, em torno de uma garça-real que está ainda acima e em contraste com-a turva do rio Potomac em Great Falls Park. As aves são uma visão comum nos 800 acres parque Virginia, um popular local de observação de aves.

 

Cenas épicas que só existiram por 1 segundo

foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas foto-imagem-cenas

Baleia de um momento

foto-imagem-baleia

Um tubarão-baleia maior peixe do mar-nada junto, “extremamente curiosos” sobre seus observadores. Seu fotógrafo tiro David Robinson, que investiga a ecologia tubarão-baleia, capturou esta imagem na Qatar em um dia com “grande visibilidade” em uma área com águas que são geralmente cheio de plâncton.

Foto do dia, Balanço afastado

foto-imagem-balanço-afastado

Uma criança oscila através do ar em um passeio justo em Horezu, Romania. Seu membro do tiro Marius Cinteza, que fez esta imagem, escreve que a atração é a cerâmica popular, justa Cocosul de Horezu (Galo de Horezu), assim chamado por causa do motivo do galo comumente visto na cerâmica lá.

Estes são os Top Drone Fotos no Mundo

foto-imagem-drone

Drones pode ser controversa. Como veículos voadores não tripulados que podem furtivamente espião ou soltar armas sobre as pessoas, eles têm sido objecto de intensos debates segurança éticos e nacionais. Mas drones não tem que ser máquinas militares. Nas mãos de fotógrafos, veículos não tripulados menores podem capturar imagens belas e únicas que iriam de outra maneira invisível.

Pelo terceiro ano consecutivo, o internacional Dronestagram concurso reconheceu pendentes fotos drones neste campo emergente.

“A grande imagem do zangão é uma imagem que identificar imediatamente como uma foto zangão”, diz Guillaume Jarret , chefe de marketing e desenvolvimento de Dronestagram. “Ele é levado a uma baixa altitude, perto do alvo da imagem.” Se você sabe o que procurar, você pode descobrir o que essas fotos não poderia ter “sido tomada com um dispositivo que não seja um drone”.

Patrick Witty, um dos juízes do concurso (e também vice-diretor de fotografia de digital da National Geographic), diz que capturar estes tipos de fotos é “incrivelmente difícil”.

“Até que você está flutuando acima de uma cena, é impossível saber exatamente o que você verá a seguir”, diz ele. “Os fotógrafos não só tem que pilotar o avião, mas, mais importante ainda, compor uma foto que o transporta para um lugar que você nunca esteve antes.”

Os nove fotos nesta galeria mostrar os três vencedores em cada categoria: Natureza-vida selvagem, esportes de aventura e viagens. Eles foram selecionados entre 5.900 entradas abrangendo 28 países. Juntos, eles falam o que Jarret diz é o propósito deste concurso: “para celebrar a beleza da fotografia zangão, uma nova linguagem fotográfica.”

foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone foto-imagem-drone