Os finalistas do prêmio de Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano

O Museu de História Natural de Londres anunciou nesta semana os finalistas do prêmio de melhor fotógrafo de vida selvagem do ano, o Wildlife Photographer of the Year.

Os finalistas da competição foram selecionados entre 50 mil fotos. Os vencedores serão anunciados no dia 17 de outubro. Abaixo, uma seleção de alguns finalistas.

Essa imagem do fotógrafo francês Laurent Ballesta mostra uma jovem foca sendo levada por sua mãe para as águas geladas da Antártida. Essa espécie dá a luz sobre o gelo e leva os filhotes para nadar depois de uma semana ou duas. Focas adultas são ótimas mergulhadoras, sobrevivendo submersas por até 82 minutos e alcançando profundidas de até 600 metros.

O fotógrafo russo Sergey Gorshkov retratou uma raposa-do-ártico carregando um precioso ovo de ganso-das-neves após atacar um ninho. Grandes bandos dos pássaros migram para a tundra no fim de maio, vindo de lugares tão distantes quanto a Califórnia. Em 2016, a região leste da Rússia chegou a reunir 300 mil gansos-das-neves. Embora os casais de pássaros protejam seus ninhos, as raposas conseguem roubar até 40 ovos por dia, atacando os gansos até que haja uma oportunidade de roubar um ovo.

As raposas então enterram seus prêmios, que permanecem comestíveis até o fim do verão. Quando uma nova geração de jovens raposas começa a explorar a região, elas também se beneficiam desses tesouros enterrados.

O fotógrafo Andrey Narchuk queria fotografar um salmão na Rússia, mas acabou batendo essa foto de dois gymnosomatas (espécie de molusco aquático, parente das lesmas-marinhas) cruzando.

Essa água-americana – ave símbolo dos EUA – foi fotografada pelo fotógrafo alemão Klaus Nigge no Alasca.

Depois da vários dias de chuva constante, a ave de rapina estava encharcada. Acostumadas com pessoas, as aves são atrevidas. “Eu deitava na praia e era rodeado pela águias”, diz Klaus.

Steve Winter fez essa imagem de um filhote de tigre ferido na ilha de Sumatra, na Indonésia. Com seis meses de idade, o animal foi resgatado de uma armadilha ilegal. Enjaulado, ele tenta soltar um rugido dentro de sua jaula.

Esse filhote de urso-pardo abraça sua mãe em uma cena capturada em uma reserva no Alasca pela jovem fotógrafa Ashleigh Scully.

Depois de pescar na maré baixa, a mãe ursa estava levando os filhotes de volta a um campo perto da praia. Um dos jovens ursos, no entanto, queria ficar brincando.

O fotógrafo israelense Tyohar Kastiel passou uma semana observando um casal de pássaros da espécie quetzal-resplandecente alimentarem seus filhotes para conseguir fazer essa foto.

No oitavo dia, os pais demoraram muito para voltar, e o fotógrafo ficou preocupado. Então o macho e a fêmea voltaram com abacates. Mas, em vez de darem para os filhotes, deixaram em um galho próximo. Os pequenos então saíram do ninho para comer sozinhos.

Cavalos-marinhos pegam carona nas correntezas marítimas se agarrando em algas e outros objetos marinhos. Mas o fotógrafo Justin Hofman flagrou esse minúsculo animal se agarrando a um cotonete quando uma correnteza repleta de lixo plástico chegou a um recife na Indonésia.

O fotógrafo Mats Andersson caminha todos os dias pela floresta próxima à sua casa, no sul da Suécia. Em uma manhã fria de fevereiro, ele fez esse retrato de um esquilo-vermelho fechando os olhos por um segundo, para depois voltar a procurar por comida.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Please type the characters of this captcha image in the input box

NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>