Fotos do concurso da “National Geographic” premia melhores imagens de viagem


Cedric Houin, de Nova York, ganhou o primeiro lugar do concurso de fotos de viagem de 2012 da National Geographic com esta imagem de mãe e filha costurando. As tribos de etnia quirgiz vivem a 4,3 mil metros em uma das regiões mais remotas do Afeganistão, mas têm painéis solares, antenas parabólicas e celulares.

O segundo lugar ficou com Vo Anh Kiet, da Cidade de Ho Chi Minh, no Vietnã. A foto de janeiro mostra crianças da minoria étnica H’Mong brincando com balões na neblina de Moc Chau, na província de Ha Giang.

A foto de Andrea Guarneri ficou com o terceiro lugar, e mostra as comemorações da Páscoa em Trapani, na Sicília. Os devotos carregam cenas da Paixão de Cristo durante toda a noite e só descansam quando o dia amanhece.

A foto de Ken Thorne tirada na costa oeste de Madagascar, perto de Morondava, recebeu um prêmio por mérito. A floresta ancestral de baobás, típicos de Madagascar, é considerada sagrada pelo povo Malagasy. Alguns dos espécimes têm mais de mil anos de idade, o que confere ao local um clima mágico.

O fotógrafo SauKhiang Chau capturou um momento que lembra a obra-prima “A Última Ceia“, de Leonardo Da Vinci, ao flagrar este grupo de anciãos de Chefchaouen, no Marrocos, vestidos em seus tradicionais djellabas, sentados a conversar.

Camila Massu capturou este belo momento em um lago no sul do Chile. Ela conta que estava com a irmã dentro de casa quando começou a chover forte. Ambas correram para dentro d’água para eternizar a imagem, que ganhou um prêmio por mérito.

Ken Bower também foi premiado por esta imagem do vilarejo de G Sadalur com a ilha de Mykines ao fundo. A foto capturou um dos raros dias ensolarados nas ilhas Faroé. O efeito da imagem foi obtido com longo tempo de exposição (1 minuto e 10 segundos).

Fred An enviou à National Geographic Traveler esta imagem de um bordo japonês no Jardim Japonês de Portland, Estados Unidos. “Tentei trazer uma perspectiva diferente desta árvore frequentemente fotografada.”

A planície de Bagan, em Mianmar, foi capturada por Peter DeMarco. A região conta com mais de 2 mil templos budistas. Ela já foi a capital do império de Pagan, mas agora é dominada por pastores com seus rebanhos que passeiam entre os prédios históricos.

A fotógrafa Lucia Griggi criou esta cena incrível em um banco de corais próximo à ilha de Fiji, chamado de Cloud Break. Ela mostra um surfista mergulhando com sua prancha para passar a forte ondulação do local.

A foto de Michelle Schantz foi a mais votada pelo público. Ela mostra uma cabana isolada em Finnmark, na Noruega, iluminada apenas pelas luzes da Aurora Boreal.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Please type the characters of this captcha image in the input box

NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>