Formações rochosas no oceano embelezam o mar ao redor do mundo

      Você sabe o que são falésias? São paredes grandes e íngremes esculpidas pela ação do mar durante milhões de anos. Elas apareceram entre as eras glaciais por conta da erosão marítima e do nível do oceano, que subia até 12 metros.

      No Brasil, essas falésias chegam a 20 metros de altura e o seu formato varia de acordo com o tipo de rocha de que é formada. Temos as do tipo avermelhadas, feitas a partir de terrenos de arenito – encontradas do Amapá ao Rio de Janeiro -, e, no sul do país, predominam as de granito. Mas, independente do tipo de material, seus contornos e tamanhos é que impressionam. Graças à ação do oceano, algumas lembram pirâmides invertidas e nos faz pensar como estão de pé. Selecionamos algumas ao redor do mundo.

foto-imagem-natureza

 

A rocha Dan Bristy tem 50 metros de altura e fica a 80 metros da praia, na costa da Irlanda

foto-imagem-natureza

 

Chamada de Sail Rock, rocha vela, fica localizada na Rússia, a 17 km de Gelendzhik. Tem 30 metros de comprimento e 25 de altura

foto-imagem-natureza

 

Composta de arenito vermelho, essa obra da natureza se chama Hoy Rock e fica na Escócia. Tem impressionantes 137 metros de altura.

foto-imagem-natureza

 

A Khao Phing Kan Rock, na Tailândia, nem é tão alta: tem apenas 20 metros de altura. No entanto, seu formato com base estreita impressiona.

foto-imagem-natureza

 

Chamada de Doze Apóstolos, este conjunto de falésias fica bem próxima da costa de Victoria, na Austrália.

foto-imagem-natureza

 

A rocha Kicker, no Equador, também é conhecida como “leão adormecido”. Está localizada nas ilhas Galápagos e tem 152 metros de altura.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Please type the characters of this captcha image in the input box

NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>